home pt 1

rede

O Seguro de Crédito - Garantia de Recebimento

20-10-12Na atual conjuntura económica, o seguro de Crédito é uma ferramenta essencial de apoio à gestão das Empresas, por permitir controlar e prevenir situações de incumprimento de pagamentos em Portugal e no estrangeiro, contribuindo para a melhoria da política comercial da Empresa, possibilitando um enfoque nos clientes com maior capacidade de crédito e, ao mesmo tempo, uma diminuição da exposição ao risco nos clientes que apresentam menor capacidade de assunção de crédito.

Todas as vendas efectuadas a crédito são passiveis de serem cobertas por este seguro, sejam vendas feitas para território nacional, sejam para exportações para qualquer geografia. Aquando da contratação, o Segurado coloca à consideração do Segurador a totalidade dos seus clientes com os quais tem relações comercias a crédito emitindo o Segurador uma opinião creditícia, na qual segura totalmente uns, parcialmente outros, ou podendo até recusar alguns.

Esta opinião creditícia, feita por profissionais experientes e credenciados, é muito importante pois permite aos Segurados saber quais os clientes que oferecem melhores garantias de solvabilidade e boas práticas financeiras, podendo desse modo direccionar a sua força de vendas para aqueles que apresentarão melhores garantias de pagamento.

É também possível incluir em algumas Apólices uma cobertura comumente denominada de Clientes Anónimos, ou Autoclassificados. Tal cobertura tem um valor de crédito baixo, mas não implica a opinião creditícia individualizada pelo Segurador, passando para o Segurado o ónus da análise dos clientes que deseja incluir nessa cobertura. Porém, nestes casos, a percentagem de indemnização varia entre 50% e 75% e que é por norma inferior à que é aplicada para os clientes estudados individualmente, que poderá chegar a 90% do valor da venda.

O Prémio a pagar por este tipo de seguro é calculado aplicando uma taxa de risco ao montante de vendas a crédito expectáveis, normalmente a 12 meses, originando um Prémio provisório, que poderá ser fraccionado semestralmente, trimestralmente ou mensalmente. Durante a vigência da Apólice o Segurado comunica mensalmente ao Segurador a relação de vendas efectuadas e no final da anuidade é verificado se as vendas reais ficaram aquém ou ultrapassaram a previsão que originou a emissão do prémio provisório, dando lugar a um acerto a pagar ao Segurador ou a estornar ao Segurado.

São vários os riscos que podem ser cobertos pelo seguro de Crédito, desde a mora e insolvência até à recusa arbitrária por parte de um cliente em aceitar uma mercadoria. Não estão cobertos os créditos por vendas a empresas em que existam relações accionistas, familiares, vinculação de Administradores com o Segurado, bem como vendas a organismos públicos e individuais sem actividade comercial.

Em conclusão, o seguro de Crédito é cada vez mais uma ferramenta muito importante na gestão das empresas, transferindo o risco de crédito para um Segurador, que monitoriza continuamente a evolução da carteira de clientes do segurado alertando atempadamente para um aumento do risco de incumprimento.

João Silva, OJE+Seguro
Terça-feira, 20 de Outubro de 2012

 
Voltar à lista | Ir para o topo | Download disponível